Os Correios lançaram ontem a sua operadora de celular com planos pré-pagos de R$ 30,00 vendidos em 12 agências da cidade de São Paulo – plano Alô 30: 100 minutos para celular e fixo de qualquer DDD, 1 GB de dados e WhatsApp ilimitado (aí sim!) visando as classes C, D e E (seja lá o que isso signifique no Brasil de PIB -3,6%). O chip custa R$ 10,00. Até o fim do ano, a empresa espera chegar a 3,6 mil municípios em todos os estados brasileiros. Trata-se de um modelo de negócios chamado “operadora virtual” no qual a empresa vende chips e planos e a infraestrutura fica a cargo de outra empresa. O engraçado é que a vencedora da licitação é também uma operadora virtual – bem Brasil, não? – que usa a infraestrutura da TIM.

Trata-se de um esforço dos Correios para sair da crise que enfrenta (4 anos no vermelho e um recente programa de demissão voluntária; no ano passado, o prejuízo foi de 2 bilhões de reais).

O verdadeiro esforço para os Correios e o Brasil saírem do prejuízo deve ser um só: nos livrarmos da mentalidade comunista que tomou conta do Brasil graças tanto aos governos de esquerda quanto aos governos militares que fizeram de tudo, menos o essencial: destruir o comunismo.

Mais informações no DCI.

***

Anúncios