As aparições de Nossa Senhora de Fátima, em 1917, foram precedidas pelas aparições do Anjo da Paz nos anos de 1915 e 1916.

Primeiramente, apareceu três vezes, em 1915, para Lúcia e algumas amigas que a acompanhavam – nessas aparições, Jacinta e Francisco não estavam presentes porque eram ainda muito pequenos para acompanharem a prima. Nessas aparições, porém, o anjo não disse nada.

Depois, em 1916, apareceu mais três vezes, para os três videntes – Lúcia, Jacinta e Francisco.

Em uma das aparições disse:

Orai! Orai! Muito! Os Corações de Jesus e Maria têm sobre vós desígnios de misericórdia. Oferecei constantemente ao Altíssimo orações e sacrifícios. De tudo que puderdes, oferecei um sacrifício ao Senhor em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e de súplica pela conversão dos pecadores. Atraí assim sobre a nossa Pátria a paz. Eu sou o Anjo da sua guarda, o Anjo de Portugal.

Oremos ao nosso Anjo da Paz, o anjo da nossa guarda, o Anjo do Brasil.

***