A Organização Chinesa, digo, Mundial da Saúde (OMS) e a revista The Lancet publicaram estudo desacreditando o uso da hidroxicloroquina. Acontece que a publicação avalia o efeito do medicamento apenas em pacientes com a covid em estágio avançado, quando se sabe que a grande qualidade da hidroxicloroquina é o seu uso nos primeiros dias da doença.

A OMS e toda a turma globalista quer desacreditar o uso da hidroxicloroquina porque não interessa a eles que a doença tenha tratamento. Bem ao contrário, os globalistas desejam continuar usando o medo para implementar as mudanças comportamentais rumo à admirável ditadura mundial.

* * *