No ano passado, de 16 de março a 28 de abril, o Brasil teve 25.009 mortes por pneumonia. Neste ano, no mesmo período, as mortes caíram para 19.066 – ou seja, 5,943 mortes a menos. Quase seis mil mortes a menos! Seria um milagre da natureza?

Em compensação, nesse período, foram creditadas na conta do coronga 5.039 mortes.

Essas vítimas a menos da pneumonia por acaso – por um mero acaso – teriam sido contabilizadas por engano – por um mero engano – na conta do COVID-19?

Com informações do KiM PAiM (a partir dos 17’10”).

* * *