Bolsonaro se enfezou
E a real então mandou
Qualé a tua, pequeno Maia
Tá querendo que eu caia?

Que é que há, gorducho Maia
Tá virado no Jiraia?

Botafogo não gostou
E logo se enervou
“Nada de rabo-de-arraia,
Melhor flores” disse Maia

Que flor quer, fogoso Maia?
Flor do sítio de Atibaia?

Prefeitos, governadores
Deputados, senadores
Saiam logo da tocaia
Mandem flores para o Maia

Alto lá, Rodrigo Maia
Quer que Bolsonaro saia?

Com flor de qualquer tipo
Até com flor de pau-de-angico
Esse Nhonho se espraia
Em seu terno de cambraia

Não pode nem ir na praia,
Gordinho, sem tomar vaia

Vou ficando por aqui
Desculpa se aborreci
Com tanta maracutaia
Dessa gente dessa laia

Mandem flores, disse Maia
Lá do sítio de Atibaia

***