O site I Programmer publicou nesta semana um artigo de Mike James intitulado Chrome Takes Over Web – Blocks Edge (O Chrome domina a web – E bloqueia o Edge). James começa dizendo: “Um browser dominante traz algumas coisas boas e outras bastante ruins. (…) Parece que o Chrome está usando a sua supremacia para controlar a web.”

No fim do ano passado, o Google foi acusado de fazer mudanças para que os seus websites só funcionassem com o Chrome e, mais especificamente, não funcionassem com o Edge. É uma acusação difícil de provar. Os problemas podem ter sido simplesmente coincidências ou programação ruim. O fato é que a Microsoft substituiu o seu próprio motor de renderização pelo do Google para dificultar possíveis artimanhas do rival.

Agora, mais um round. O novo design do YouTube só pode ser usado via Chrome. Ao usar o novo Edge, com o mesmo motor de renderização do Chrome, você verá a mensagem “browser not supported” e a advertência “get Chrome”. Parece que o Edge é impedido de usar a string do user agent.

Para Andreas Gal, ex Chief Technology Officer da Mozilla, não se pode dizer que o Google esteja mirando no Firefox.

James conclui o texto dizendo: “Parece que estamos indo não em direção a ‘funciona melhor no Chrome’ mas ‘funciona SÓ no Chrome’. Quase-monopólios são um problema.”

O Google vai dominar a internet?

Ou já dominou?

***