Impositivo, positivo, disruptivo, explosivo, extorsivo… Ah!… o melhor emprego do mundo é dar nomes para essas esquisitices. Diversão em estado puro.

Seja lá o nome que dêem, todo mundo quer a grana. Mas de nada adianta um orçamento se não tiver dinheiro. E, por melhores que sejam as intenções dos parlamentares – por incrível que pareça, há bons parlamentares, O Mito é a prova – o foco na ação governamental é, por si só, destruidora da ação empreendedora, a ação que faz a grana.

“Todo mundo quer ser bom mas ninguém quer pagar o preço” disse Steven Seagal em um momento filosófico.

***