Pela primeira vez na história, há mais idosos (acima de 65 anos) do que crianças (abaixo de 5 anos) no mundo, apontou estudo do Deutsche Bank.

Os neomalthusianos estão vencendo graças ao alarmismo, ao aborto (o principal meio contraceptivo), à chamada à boa vida (em detrimento da vida boa), à pílula, ao DIU, à esterelização em massa etc.

Faço uma pergunta a esses doidos que não gostam de criança: se a população mundial vai acabar com o planeta, me mostre o cálculo de quantas pessoas a Terra consegue sustentar. Ninguém vai conseguir fazer esse cálculo por uma questão muito simples: nessa equação, tem de entrar a inventividade humana, incógnita imensurável.

*

Com informações do MarketsIndider (veja também o link para os dez países com risco de se tornarem bombas demográficas).

***