O ministro da imigração canadense, Ahmed Hussen, afirmou que o país vai receber 1 milhão de refugiados nos próximos três anos. A desculpa é a baixa taxa de natalidade.

Desculpa de aleijado é muleta.

Como Trump está disposto a acabar com a farra na fronteira sul, o inimigo vai atacar pelo norte. A missão desses refugiados será dupla: destruir o Canadá (sobrecarregar a burocracia governamental, comprometer o tesouro nacional, provocar o caos econômico, influenciar as eleições para o lado da legenda socialista) e ultrapassar a fronteira com os EUA.

Se o governo do Canadá e os governos ao redor do mundo querem mesmo resolver o problema demográfico devem trabalhar no sentido de acabar com os mecanismos que eles mesmos criaram para controle populacional – aborto, vasectomia, ligadura de trompas etc.

***