O Bolso assinou o decreto sobre a posse de armas de fogo dias atrás. O 12o artigo diz: na hipótese de residência habitada também por criança, adolescente ou pessoa com deficiência mental, apresentar declaração de que a sua residência possui cofre ou local seguro com tranca para armazenamento.

Juiz esquerdista

Se o infeliz proprietário de uma arma de fogo se vir envolvido em alguma fatalidade, vai ter que contar com a sorte para que o seu processo não caia na mão de algum juiz esquerdista. Se cair, tchau e bença!

Na emergência

Deixar a arma num cofre ou em algum “local seguro” similar é uma contradição. A arma é para ser usada em emergências e, no “sururu da confusão”, quem vai ter tempo para abrir cofre ou “local seguro” com tranca? Ou calma para lembrar do segredo? Ou achar a chave da tranca? O Brasil é mesmo risível…

***