Imigração Italiana no Nordeste do Rio Grande do Sul é um livro escrito por Vitalina Maria Frosi e Ciro Mioranza e publicado conjuntamente pela Editora Movimento e pela Universidade de Caxias do Sul em 1975, centenário da imigração italiana. Livro de pequeno tamanho: 88 páginas – não se deixe enganar, tamanho não é documento; o Evangelho de Marcos tem apenas 16 capítulos, você lê de uma tirada só.

O livro analisa a situação político-econômica do norte da Itália no século XIX, a divisão geo-político-administrativa do norte da Itália e as correntes emigratórias, o início da imigração e os processos de estabelecimento, a distribuição dos imigrantes na região, a formação das comunidades, as correntes migratórias internas, a comunicação linguística da região, os dialetos e língua portuguesa e, finalmente, a integração do imigrante.

A obra faz lembrar dois outros títulos: O Brasil que deu certo: a saga da soja brasileira (José Monir Nasser) e Nós e a Europa Germânica (Gilberto Freyre).

Há tanto para conhecer que a empresa desanimaria quem não soubesse que o pleno conhecer se resume numa Pessoa.

***