Quando, nas tímidas manifestações no final de 2014 – as primeiras manifestações conservadoras e realmente populares em décadas -, o povo, enojado, pedia por decência e impedia políticos de subirem nos caminhões pois os identificava com o estamento burocrático, eu pensava: como pode ser isso? O que um povo faz sem lideranças políticas que o representem?

Fosse como fosse, fomos às ruas – eu e você -, a princípio timidamente, mas depois, em 2015 e 2016, aos milhões, a ponto de causar espanto ao mundo com as maiores manifestações de rua da história humana. Os céticos balançavam a cabeça: de que adianta isso?

A resposta à minha pergunta e ao ceticismo de muitos veio hoje, com a eleição de Bolsonaro. Uma resposta de Deus – foi Deus quem tirou Bolsonaro do anonimato do baixo clero, foi Deus quem transformou Bolsonaro no maior fenômeno político da nosso tempo, foi Deus quem preservou a vida de Bolsonaro em Juiz de Fora, foi Deus quem transformou Bolsonaro nO Mito.

Agora, com Bolsonaro eleito, começa a verdadeira luta – a luta para reconstruir o que sobrou do Brasil após décadas de domínio dos comunistas e dos seus ajudantes – os globalistas do Clube Bilderberg e os revolucionários muçulmanos. A reconstrução será árdua e lenta, não nos iludamos. O inimigo aparelhou todas as instituições brasileiras; o comunismo é, acima de tudo, uma rede de relacionamentos.

Se o inimigo é forte, os aliados de Bolsonaro somos mais fortes ainda. Ao nosso lado, temos o combativo pastor Silas Malafaia, o incansável Padre Paulo Ricardo e o sábio filósofo Olavo de Carvalho. Isso para falar apenas das figuras públicas mais conhecidas. Conheço muitas outras pessoas que formam uma constelação de talentos jamais vista na história do nosso país. Temos, nesse momento, a oportunidade de, nas palavras de Olavo de Carvalho, “dar uma lição ao mundo; vamos mostrar a força do Brasil na esfera da inteligência”.

Em 1941, Stefan Zweig escreveu que o futuro era do Brasil. Eis que o futuro chegou hoje na forma de um milagre.

Agora, é conosco. Não vamos desperdiçar a nossa grande chance.

*

Brasil acima de tudo. Deus acima de todos.

***