Filme italiano de 1974. O capitão Fausto (Vittorio Gassman), cego e maneta, viaja na companhia de Giovanni (Alessandro Momo).

*

Ao perceber que Giovanni vai pegar as malas, o capitão diz:

– Você não veio comigo para carregar malas. Para carregar malas, existem os carregadores de malas. Carregador de mala é igual poeta – a pessoa nasce poeta.

*

Estando sozinho e precisando ir ao banheiro, pede ajuda a uma freira:

– A uma freira italiana eu não me atreveria a pedir isso, mas vocês, na Holanda, têm uma Igreja tão moderna…

*

Uma senhora na rua pergunta ao capitão:

– Perdão, senhor, pode me fizer onde fica essa rua? Eu não sei ler.

O capitão (cego), gesticulando, responde:

– Siga reto e pegue à direita. Vá tranquila.

*

Conversando com Vincenzo (outro cego) sobre um coronel conhecido de ambos, diz:

– Vincenzo, a nossa desgraça não é tão grave. Antes cego do que idiota como esse coronel. Idiota demais para ser só coronel…

***