Coelhinho da Páscoa, que trazes pra mim?

Cenouras, criançada!

A prefeitura de Duque de Caxias inovou nessa Páscoa. Em vez dos tradicionais chocolates, a criançada recebeu duas cenouras e uma receita de bolo.

Imagine um glutão no sábado a tarde receber um copo de groselha em vez da tradicional caipirinha da feijoada completa ou no churrasco de domingo ter que beber leite em vez de cerveja.

Se isso não se faz com adultos, imagine com crianças. Um trauma para o resto da vida.

A Prefeitura justificou o procedimento devido a um erro de compra – uma compra excessiva. Sem ter o que fazer com o legume, os burocratas logo viraram os ávidos olhos em direção às pobres crianças. Como se trata de rede de ensino municipal, presume-se que além de pobres crianças, as crianças também devem ser pobres. Pé de pobre não tem número, não é, burocratas?

Melhor seria a Prefeitura ter distribuído as cenouras para os funcionários públicos, cujos salários estão atrasados.

***