Tem caroço nesse angu.

O jornalista William Waack foi afastado das funções pela Rede Globo por causa de um comentário em off gravado pela própria emissora um ano atrás durante a cobertura das eleições americanas. Na gravação, o jornalista teria se referido à atitude de um motorista barulhento como “isso é coisa de preto”.

A internet vive de treta. Por isso, a coisa ferveu.

A pergunta que não quer calar: por que só agora, um ano depois, a Globo vazou esse vídeo? Quais os interesses ocultos nesse vazamento seletivo?

Pouca gente sabe. A nós, meros escravos pagadores de impostos e massa de manobra dos engenheiros sociais televisivos, só nos cabe observar e aguardar. Quem sabe um dia entenderemos o que está acontecendo agora. Nessas situações, vale a pena recordar o ensinamento de Ion Mihai Pacepa sobre a União Soviética que pode ser aplicado nesta situação concreta:

“Para entender realmente os mistérios da espionagem soviética, de nada ajuda ver um filme de agente secreto ou ler um romance de espionagem, pois isso é apenas diversão. Você precisa ter vivido naquele mundo de segredo e falsidade durante uma vida, como eu vivi, e mesmo assim pode não entender o que está acontecendo nos momentos mais obscuros, a menos que seja um dos pouquíssimos no topo da pirâmide.”

PS – Tivesse feito piada de português em Portugal ou de japonês no Japão ou de loira, ninguém teria chiado porque portuga representa o europeu malvado, japa representa o capitalista, loira representa os americanos – todos sacos de pancada dos revolucionários.

***