Foi solto nesta manhã o motorista do Jetta que causou o acidente na avenida Bandeirantes no qual morreu carbonizado o comissário de bordo Alexandre Stoian.

Os acidentes automobilísticos matam, só no Brasil, dezenas de milhares de pessoas por ano. Não sei o número exato porque as estatísticas diferem dependendo de quem faz o levantamento. De qualquer forma, é uma carnificina.

Mas não se preocupem. O carro autônomo vem aí. Dentro de poucos anos vai acabar tudo isso – acidentes, mortes, oficinas de funilaria, companhias de seguro… O impacto econômico será enorme. Muitos perderão o emprego e muitos outros serão criados. Quem vai mandar serão as grandes companhias de tecnologia. Os neo-meta-capitalistas.

Incentivar o comportamento anti-social é uma estratégia revolucionária. Implantado o caos social, o povo vai implorar a ajuda justamente do governo (que foi quem implantou o caos social). É assim no Brasil, o paraíso dos bandidos, com as suas leis de incentivo ao crime.

O carro autônomo vai permitir que um procurado pela Justica – um perseguido político, por exemplo – seja preso tão logo entre no carro. As portas travarão e o carro conduzirá o infeliz para a delegacia. Nem Stálin sonhou com algo assim. Imagine um instrumento desses nas mãos dos déspotas do Foro de São Paulo – Raul Castro, Maduro ou dona Dilma, a Usurpadora.

O motorista causador do acidente está solto. E a família do comissário que morreu carbonizado ainda aguarda a liberação do corpo pelo IML.

***

Anúncios