Hoje é o primeiro sábado de julho, mês do centenário da mais importante das aparições de Fátima. Na ocasião, Maria pronunciou a fatídica frase: A Rússia vai espalhar os seus erros pelo mundo.

Dito e feito. Veio a União Soviética, veio a China de Mao, vieram Coréia do Norte, Pol Pot, Vietnã, Cuba, África, Escória, digo, Escola de Frankfurt, terrorismo islâmico (assoprado por Lubianka), teologia da libertação, e, por último, veio o Foro de São Paulo, tardia cereja do bolo vermelho protagonizada por Lula (tinha que ter um brasileiro…) e Fidel Castro (alguns afirmam que Fidel também era brasileiro – era só o que faltava!).

Hoje, a revolução avança a galope por lindas sendas como a ideologia de gênero, o aborto e o politicamente correto. Os comunas seguiram a cartilha de Gramsci e ocuparam todos os espaços e, por isso, a perseguição chega por todos os lados e muita gente se acovarda. Essa é a maior vitória dos comunistas: tirar de nós o desejo de lutar, porque quem se acovarda já perdeu a luta.

Quem, entretanto, prestou atenção e medita nas palavras da Virgem não tem medo; muito pelo contrário, tem a certeza da vitória. Naquele mesmo dia, Nossa Senhora sentenciou:

No fim, o meu Coração Imaculado triunfará.

*

Santa Jacinta, rogai por nós.

São Francisco Marto, rogai por nós.

**

Anúncios