É muito difícil no Brasil de hoje, onde um dia é pior do que o outro, falar de esperança e alegria. Entretanto, na noite de ontem, vivemos – eu e mil pessoas -, uma noite de alegria e esperança.

Foi no lançamento do livro O Novo Povo de Deus, de Joseph Ratzinger, com a palestra do Padre Paulo Ricardo. O evento ocorreu na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Bom Retiro, em São Paulo, e foi iniciativa da Editora Molokai.

Logo que chegou, andando pela calçada, a figura – ao mesmo tempo discreta (pela simplicidade da batina) e indiscreta (pelo inusitado uso de batina nos dias de hoje) – do Padre Paulo Ricardo chamou a atenção de quem chegava para assistir a palestra. O homem foi abordado por diversas pessoas (eu mesmo fui um dos primeiros a cumprimentá-lo) que queriam ter contato com a famosa figura da internet. Quando o Padre ficou num canto do pátio conversando com José Alberto Corisco de Siqueira Campos, fundador da Molokai, as pessoas, à distância, olhavam hipnotizadas para a figura delgada e negra. “Delgada, negra e careca”, acrescentaria com bom humor o próprio Padre que foi embora sob a proteção de uma boina (também negra).

O público era formado principalmente por jovens, de ambos os sexos; havia diversos casais, havia crianças, havia algumas freiras e alguns padres. Havia seminaristas e pessoas pertencentes a movimentos da Igreja. A condição sócio-econômica da maior parte das pessoas era de remediada para pobre, o que prova que o novo Povo de Deus não usa roupas luxuosas nem vive nos palácios das elites brasileiras; essas estão mais preocupadas com o vai-vém da Bolsa do que com Nosso Senhor Jesus Cristo.

Em profundo silêncio, o público ouviu a palestra que retratou, de forma inédita para mim, a Igreja.

Após a palestra, uma longa fila se formou para cumprimentar o Padre. Era por esse contato que todos haviam ido até lá: para ficar perto do homem que tem provocado um verdadeiro terremoto no meio católico brasileiro e provado a infinita capacidade de renovação da Igreja pelo sopro do Espírito Santo. Nas épocas de crise, quando parece que tudo está perdido, eis que Deus envia alguém para pôr as coisas no lugar. Nas palavras do próprio Padre Paulo Ricardo, nos momentos de crise ao longo da história da Igreja, devemos perguntar: onde está o santo? Pode procurar, porque houve alguém que, naquele momento, se ergueu feito um gigante para liderar o renascimento da Igreja.

Eis o resumo do evento: uma noite de alegria e esperança na renovação da Igreja por meio de pessoas comuns, como eu e você, provocada pela presença de um homem de Deus. Alegria e esperança na certeza de que não estamos sozinhos, como o inimigo quer nos fazer crer.

***

Anúncios