Terroristas muçulmanos lançaram uma bomba contra manifestantes que protestavam ontem na avenida Paulista contra a Lei de (I)migração.

Graças à pronta atuação da Polícia Militar, foi todo mundo parar na delegacia. Na sequência, mais de uma centena de comunistas cercou a delegacia na tentativa de intimidar os manifestantes e a polícia. Num piscar de olhos, surgiram não se sabe de onde, vinte advogados e um intérprete para ajudar os terroristas – não falta dinheiro para essa turma.

A mídia, seguindo a determinação dos seus patrões comunistas, mais uma vez mente e acusa os manifestantes de xenófobos e agressivos.

Saiba mais clicando aqui e aqui.

***

Anúncios