A Polícia Federal deflagrou hoje a operação Quinto do Ouro para investigar a corrupção no Tribunal Faz-de-Conta, digo, Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. O nome é uma referência ao imposto criado por Portugal sobre a extração de ouro.

O Brasil se tornou o reino do capeta por causa do peso do Estado sobre o cidadão. Isso se deve não apenas ao trabalho dos comunistas e à indolência intelectual do povo brasileiro mas principalmente à canalhice da nossa elite – as pessoas agraciadas por Deus com poder ou inteligência para trabalharem pelo bem comum mas que preferiram usar os dons recebidos para encher o bolso traseiro de dinheiro e dar uma banana para a população.

Aos defensores da onimpresença estatal fica a pergunta: quem fiscaliza os fiscais?

***