Dos diversos discursos que ouvi ontem, na manifestação da avenida Paulista, o da Joice Hasselmann foi o mais inflamado – mais do que uma jornalista, a mulher desponta como uma verdadeira líder de massas -; o do Bene Barbosa, o mais elucidador; o de Dom Bertrand, o mais arguto.

Comentando a saga do Brasil para se livrar do jugo do PT, Dom Bertrand arrazoou que, mais uma vez, mostramos a verdadeira face do brasileiro e conseguimos nos livrar daquela quadrilha, não com um banho de sangue, mas com um banho de afeto sintetizado na frase Tchau, querida!

***

Anúncios