O governo soltou ontem o balão de ensaio da recriação da CPMF, essa fênix brasileira, na reforma tributária que se aproxima.

Cabe a nós – brasileiros e brasileiras, o povo trabalhador e escravo, a gente miúda – furar esse balão gritando de todas as formas possíveis para os surdos de Brasília:

— Não, senhores legisladores, não queremos essa esquisitice de volta. Queremos apenas uma coisa: a diminuição do tamanho e do poder do Estado.

***

Anúncios