A administração Obama tem imputado ao governo russo a responsabilidade pelo ataque hacker que culminou na divulgaçao de e-mails do Partido Democrata, fato que prejudicou a campanha de Hillary Clinton.

A pergunta que se faz é: é possivel, do ponto de vista técnico, responsabilizar o governo russo pela ação?

A CIA e o FBI dizem que sim, mas o que eles dizem não vale porque ambas as instituições estão a serviço do cripto-comunista pró-islã Barack HUSSEIN Obama.

Vamos ouvir, então, a opinião de um especialista.

Bruce Scheneier, em entrevista datada de outubro de 2016, disse ao site Journalist’s Resource:

– a atribuição de ataques é complicada: em alguns casos, é muito fácil; em outros, impossível;

– entra em jogo as habilidades do atacante e de quem atribui a responsabilidade pelo ataque; podem ocorrer “alarmes falsos”- ou seja, o ataque pode parecer vir de alguém que não é realmente o atacante;

– Em alguns casos, somente a NSA tem capacidade para responsabilizar alguém pelo ataque; nesses casos, os detalhes são mantidos em segredo;

– Em todos os casos, entretanto, é muito mais fácil responsabilizar uma região ou um computador do que uma pessoa ou uma organização; por exemplo: pode ser impossível saber se um ataque proveniente da China foi feito pelo governo ou por um hacker isolado, sem o conhecimento do governo chinês. Recentemente, o Yahoo disse que a invasão massiva que sofreu foi obra de algum governo; não foi, mas a acusação foi uma desculpa para dizer que o ataque foi sofisticado e, por isso, a imprensa não podia culpá-lo por sua fraca segurança.

Se você é jornalista, não deixe de ler a entrevista completa clicando aqui.

***

Anúncios