As primeiras notícias são de que um homem de 60 anos matou o filho, de 20 anos de idade, porque não queria que ele participasse do movimento de invasões de escolas – as chamadas “ocupações” no vocabulário newspeak – e em seguida se matou.

Eu acredito que a motivação não seja exatamente essa mas, de uma forma ou de outra, o demônio e seus ajudantes – os esquerdistas – estão conseguindo o que queriam: confusão, sangue e revolta. Justiça seja feita, o mérito não é apenas do capeta e dos seus empregadinhos. Os co-responsáveis são a mídia de massa, os meta-capitalistas e as “pessoas de bem” que ficam em cima do muro, que não querem sujar as suas santas mãozinhas na poeira das ruas, que preferem ficar no conforto do seu gabinete bem distante do povo, quanto mais distante melhor, que assistem ao avanço da agenda esquerdista sem nada fazerem – invasões, aborto, ideologia de gênero, aumento do poder do estado via impostos… ah! como o demônio gosta dessa gente!

***

Anúncios