Nota: ao contrário do que diz o entrevistador, o aborto em caso de estupro não é legalizado. A lei diz “não se pune“, o que é bem diferente de permitir.

***