Leia a opinião do Padre Paulo Ricardo sobre a febre do momento: Existe algum problema com o jogo “Pokémon GO”?

***