União Européia, Facebook, Twitter, YouTube e Microsoft apresentaram, na semana passada, um “código de conduta” para combater a disseminação de “discurso ilegal de incitamento ao ódio” online na Europa. Imediatamente, a censura começou. Leia mais no Mídia Sem Máscara.

***

Anúncios