O governo, volta e meia, nos brinda com algum tipo de campanha: economia de água, de luz, vacina, mutirões, nota fiscal paulista, paulistana, trânsito… a criatividade dos burocratas (pra encher o nosso saco e pegar o nosso dinheiro) é infinita. O vulgo, acreditando em políticos (como tem ingênuo, não?), aceita de bom grado o “agrado”.

Por exemplo, a nota fiscal paulista. Você já viu quanta confusão isso gera pro lado das coitadas das operadoras de caixa? Por uns trocados, o paulista vende a alma. E o troco nas bilheterias do Metrô? E a falta de água na grande São Paulo? Depois da imprevidência do governo e do esbanjamento (quase 40% da água tratada se perde nos tubos furados da Sabesp), vieram pra cima da gente implorando economia e prometendo bônus para depois, na sequência, sapecar multas.

Por isso, sempre que o governo oferecer alguma coisa, desconfie.

Ou você confia em político?

Hein!? Também acredita em Papai Noel?

***

Anúncios