Olavo de Carvalho define a inteligência como a capacidade de apreender a verdade. A esperteza, em contrapartida, digo eu, pode ser definida como a busca para se dar bem na vida.

A inteligência busca a verdade acima de tudo, acima até dos interesses pessoais. A esperteza busca os interesses pessoais acima de tudo, à custa até da verdade.

O inteligente, quando apreende um pouco de alguma verdade, alegra-se e se percebe desprezível frente à Verdade Absoluta. O esperto, quando se dá bem numa situação, alegra-se e se envaidece.

A inteligência é dom de Deus. A esperteza é demoníaca.

A esperteza é o que está matando o Brasil.

***

Anúncios