Um diretor do FBI disse que o órgão pagou mais de um milhão de dólares a um grupo de hackers para invadir um iPhone pertencente ao casal de terroristas de San Bernardino. Os hackers aproveitaram uma fragilidade não conhecida no sistema operacional daquele modelo específico de iPhone (Zero-day vulnerability) para conseguir invadir o aparelho.

Bruce Schneier, especulando sobre o episódio, um mês atrás, fez uma advertência importante: trata-se não de uma questão pontual a respeito de um aparelho mas do enorme problema segurança versus vigilância.

*

This case was never about the particular phone, it was about the precedent and the general issue of security vs. surveillance.

Bruce Schneier

***

Anúncios